10 março, 2010

O Pacto das Obras.

Duas árvores dois destinos...


P. 12. Que ato especial de providência exerceu Deus para com o homem no estado em que ele foi criado?R. Quando Deus criou o homem, fez com ele um pacto de vida, com a condição de perfeita obediência: proibindo-lhe comer da árvore da ciência do bem e do mal, sob pena de morte.
Ref. Gl 3.12; Gn 2.17.

“ E a Adão disse: Visto que atendeste a voz de tua mulher e comeste da árvore que eu te ordenara não comesses, maldita é a terra por tua causa; em fadigas obterás dela o sustento durante os dias de tua vida.”

“ Ora, a lei não procede de fé, mas: Aquele que observar os seus preceitos por eles viverá.”

Comentário: As escrituras nos dizem que Deus fez uma aliança com os nossos primeiros pais antes do pecado. Uma aliança que era baseada na obediência e na fidelidade ao seu Criador. Obedecer significava vida desobedecer redundaria em morte. O representante humano desta aliança era Adão e o que ele fez foi imputado aos seus descendentes. Esta aliança ficou conhecida na história da igreja como a “aliança das obras” e até a presente data ela está em vigor.
Conheça agora algumas características desta aliança das obras:
1. Ela foi instituída por Deus:
Deus o Criador institui esta aliança. Deus sempre terá a iniciativa no relacionamento com suas criaturas. Não é o homem que começa a se relacionar com seu Criador , ao contrário, é Deus que primeiro toma a iniciativa de relacionamento com o ser humano. Todas as alianças são instituídas por Deus e é Ele quem determina as suas regras. Nesta aliança Deus exige obediência para vida e determina a desobediência como a razão para a morte. Ele exige santidade por que Ele é santo.

2. Ela possuía um representante humano:
Toda aliança instituída por Deus tem um representante humano que representa o grupo com o qual Deus se relaciona em aliança. Nesta primeira aliança o representante foi Adão e o grupo por ele representado foi todo o gênero humano. O que Adão fez não teve repercussões apenas para ele, mas para toda a humanidade.

3. Ela representava vida e morte para o ser humano e para toda criação a ele confiada:
Vida e morte de acordo com o procedimento. São as características da aliança das obras. A morte quando chegou a este mundo não atingiu apenas o ser humano, mas também a toda a criação que estava ligada a ele. “Maldita é a terra por tua causa” disse Deus, pois através do pecado do gênero humano a morte passou a atingir também a criação, por esta razão ele geme e suporta angústias até agora.

4. Ela uma vez instituída terá vigor perpétuo:
Isto é o mais aterrador... Uma vez que Deus instituiu esta aliança, uma vez que suas estipulações e exigências são justas e o seu propósito soberano não pode mudar ao longo do tempo. Sabemos que esta aliança ainda está em vigor, e ela continuará em vigor por todo sempre. Se Deus não instituísse uma nova aliança fundamentada na graça, não haveria esperança para os seres humanos. Mas em Cristo, o novo Adão, uma nova aliança baseada na fé, foi feita. Uma aliança através do sangue , d’Aquele que nos purifica de todo o pecado. Soli Deo Gloria

Manoel Delgado

Nenhum comentário:

Postar um comentário