17 junho, 2010

Em que consiste o estado de pecado em que o homem caiu?


Pergunta 18: Em que consiste o estado de pecado em que o homem caiu?


Resposta: O estado de pecado em que o homem caiu consiste na culpa do primeiro pecado de Adão, na falta de retidão original e na corrupção de toda a sua natureza, o que ordinariamente de chama Pecado Original, juntamente com todas as transgressões atuais que procedem dele.

Ref. Rm 5.18-19; Ef 2.1-3; Rm 8.7-8; Sl 51.5.



“Porque, como, pela desobediência de um só homem, muitos se tornaram pecadores, assim também, por meio da obediência de um só, muitos se tornarão justos.”

Rm 5.19



Comentário: Estamos comentando há algumas semanas a doutrina do pecado. Já vimos que o pecado original de Adão não afetou apenas ele, mas também todos que ele representou na aliança das obras. O resultado disto é que os homens hoje estão espiritualmente mortos nos seus delitos e pecados, e que todos carecem da glória de Deus. Agora a Assembléia busca recapitular estas verdades trazendo de novo alguns importantes termos.

Culpa - Por culpa a Assembléia enfatiza a nossa condição em relação a Aliança com Deus. Somos culpados por quebrar a aliança das obras, merecemos a condenação e o odor das nossas iniqüidades subiu até os céus! Somos culpados, estamos todos no corredor da morte eterna, uma sentença contra nós já foi pronunciada e a menos que estejamos em cristo, o nosso substituto, todos nós estaremos perdidos.

Retidão e Corrupção - Perdemos a nossa retidão original e nos tornamos corruptos. Somos corrompidos nas nossas palavras, pensamentos e ações e só uma intervenção da graça pode mudar o curso de nossa vida, nos aproximando novamente de Deus. A retidão é uma exigência legítima por parte do Pai, mas nenhum de nós pode pagar este preço, foi necessário que Cristo, o nosso representante, o segundo Adão, cumprisse a Lei no nosso lugar, do contrário a nossa dívida jamais seria paga.

Transgressões atuais - A causa de todos os pecados atuais foi a transgressão de Adão no pecado original, que abriu as portas da morte para todo o gênero humano. Desde então o pecado contra Deus é praticado, e as conseqüências são diariamente sentidas. Um dia Deus porá fim a tudo isto no seu julgamento final, e quem não tiver Cristo receberá justa punição por seu delitos e pecados, recebendo a pena decorrente desta culpa. A doutrina do pecado aponta para a necessidade que temos de Cristo. SDG

Manoel Delgado

Nenhum comentário:

Postar um comentário