17 junho, 2010

Quem é o Redentor dos escolhidos de Deus?



P. 21. Quem é o Redentor dos escolhidos de Deus?


R. O único redentor dos escolhidos de Deus é o Senhor Jesus Cristo que, sendo o eterno Filho de Deus, se fez homem, e assim foi e continua a ser Deus e homem em duas naturezas distintas, e uma só pessoa, para sempre.

Ref. 1Tm 2.5; Jo 1.14; Rm 9.5; Cl 2.9; Hb 13.8.



“Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem.”



1Tm2:5



“E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.”



Jo 1:14



Comentário: Quem é o Redentor? Pergunta o catecismo. O Redentor é o Nosso Senhor Jesus Cristo aquele que é “verdadeiro Deus” e “verdadeiro homem”. Eis o ensino do catecismo de Westminster. Aqui se afirma uma das doutrinas mais importantes das Escrituras Sagradas. O Verbo eterno de Deus, O Filho, A 2ª Pessoa da Trindade com o propósito de redimir os escolhidos de Deus. No tempo e no espaço assume a natureza humana com todas as suas limitações com o propósito de ser o 2º Adão o novo representante da nova aliança. A aliança do seu sangue. Isto era necessário para que Ele pudesse tomar sobre as nossas dores e nos representar de maneira perfeita. Podemos dizer com o testemunho da escritura: “Cristo Jesus, Homem.”

Ao mesmo tempo devemos dizer que Ele continuou sendo Deus, Ele não abriu mão de sua natureza divina. Assim Jesus no seu ministério bem como na sua própria vida ora expressava a sua natureza humana (ele sentiu fome, sede, cresceu em sabedoria e graça, se cansava, chorou) ora expressava sua natureza divina (Ele conhecia o coração das pessoas, fez profecias sobre o futuro, realizou numerosos milagres, perdoou pecados, e se transfigurou revelando a sua natureza divina a Pedro, Thiago e João os seus discípulos mais próximos).

Sabemos que a encarnação foi uma grande prova do amor de Deus para conosco e sabemos também que o Senhor Jesus nunca mais deixará de possuir a natureza humana. Isto demonstra o quão longe o amor de Deus pode ir.Veremos no decorrer deste estudo o quanto isto foi necessário para a nossa salvação. SDG

Manoel Delgado

Nenhum comentário:

Postar um comentário