25 fevereiro, 2011

EDMÉIA WILLIAMS - UM EXEMPLO DE FORÇA E CORAGEM

Faço minhas as palavras deste autor a Edméia é benção de Deus!

 



Vivemos em um mundo altamente egoísta. São raras as ações de humanitarismo e solidariedade. Por isso mesmo, elas merecem grande destaque. São poucos os relatos de pessoas que abandonam o seu cotidiano e a sua comodidade para contribuírem para o bem-estar do próximo. A “personalidade da semana” do INTITULÁVEL é uma dessas exceções da sociedade hodierna.

Edméia Willians nasceu em Santarém, interior do Pará. Entretanto, sua família migrou para Salvador, na Bahia, onde ela passou a maior parte de sua vida. Aqui ela cresceu, realizou seus estudos, se casou, constitui família e obteve os bacharelados em Pedagogia, Filosofia, Psicologia e Música. A sua vida era normal, como de muitos. Passou a morar no Rio de Janeiro, devido ao emprego de seu marido. Chegou até a morar no Iraque, ainda na época de Sadan, também por motivos profissionais relativos ao seu esposo. Tudo transcorria normalmente até que duas tragédias mudaram a história de sua vida. Em um período muito curto, Edméia perdeu o seu esposo, que tanto a sustentou, e sua filha querida, no início da sua juventude. Foi um enorme baque. Entretanto, o ressurgimento desta mulher foi esplendoroso.

A idéia inicial era formar um coral das crianças na favela. Edméia Willians foi a idealizadora. Mas a experiência na Colina Dona Marta – como ela gosta de chamar o morro – foi muito além. Edméia é evangélica, membro da Igreja Anglicana. Não possui apenas conhecimentos seculares, mas também fez o Curso de Liderança Cristã, no Intituto Haggai, em Cingapura e é formada em Missiologia pelo Celly Oak Collage , na Inglaterra. Ela decidiu usar os seus conhecimentos, as suas finanças e o seu tempo em prol do Dona Marta. Então no início dos anos 90 ela fundou a Casa de Maria e Marta.

A Casa possui várias salas de aulas, um refeitório, um núcleo de informática e ainda uma sala anexa para aulas de música. As crianças atendidas recebem, além das aulas de reforço escolar, aulas de Educação Religiosa, Música, Inglês e de Teatro. Elas fazem três refeições no local: café, almoço e jantar. Na época do NATAL, todas ganham um pacote contendo roupas, brinquedos e demais itens que lhes sejam necessários. Tudo isso gratuitamente. Tudo isso é possibilitado pelo esforço dessa querida irmã que hoje é assessorada por Kay Davis, uma missionária inglesa. É difícil compreender como um movimento social tão forte e atuante consiga sobreviver sem apoio das autoridades, da mídia ou até mesmo de igrejas. A irmã Edméia Willians, recentemente, participou de uma das maiores convenções mundiais da igreja protestante, realizada em Belfast, na Irlanda do Norte. Lá questionaram-na sobre o magnífico projeto no morro. Ela atribui a Deus todo o sustento oriundo para a Casa. O sustento financeiro sai de doações esparsas alcançadas por Edméia em suas conferências pelo Brasil e pelo mundo. O seu reconhecimento no mundo evangélico é inegável, entretanto não existe esta mesma valorização frente às autoridades políticas e perante a mídia brasileira. Fica aqui a nossa justa homenagem! Que melhores exemplos como esse possam surgir para contribuir com o progresso social e moral de nossa nação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...