24 junho, 2011

Missões: da família para o mundo.

Pastor Manoel Delgado

Gên 12:3 Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra.

Sl. 96:7 Tributai ao SENHOR, ó famílias dos povos, tributai ao SENHOR glória e força.


A família é uma instituição divina. Criada por Deus para a propagação da raça humana a família é à base da sociedade. A família é um fenômeno universal. Não existe nenhuma sociedade que não possua algum tipo de estrutura familiar e neste sentido, podemos falar também de família como uma instituição comum a todos os povos e a todas as culturas.

No livro de Gênesis capítulo 12 encontramos no contexto da aliança abraâmica uma referência ao desejo de Deus de alcançar todas as famílias da terra. Deus, portanto, está separando uma família; a do patriarca Abraão, para a partir dela, no contexto da promessa messiânica abençoar as nações do mundo.

Por estas razões, cremos que a igreja como uma família de famílias tem o dever de levar a mensagem salvadora a todas as famílias da terra. Cumprindo assim a grande comissão.

a.) A família é campo missionário.

A família em nossos dias tem sido duramente atacada. O casamento, a educação dos filhos, tem sofrido fortes ataques da mídia. Os valores universais da família como instituição divinamente instituída tem sido relativizados. Somente a mensagem salvadora do Evangelho de Cristo e o ensino da Palavra de Deus podem revitalizar as famílias da terra. Muitas famílias ainda não conhecem a mensagem salvadora de Cristo Jesus. Por estas razões acreditamos que a família é campo missionário.

b.) A família é estratégia missionária.

Cremos que as famílias podem ser uma poderosa estratégia missionária. De acordo

com pesquisas sobre evangelização e crescimento de igrejas, o principal meio em que se dão as conversões são a partir das redes de relacionamentos ou por assim dizer através do “fator oikos”. Por esta visão, parentes e amigos que compõem a nossa rede de relacionamentos podem ser alcançados através do testemunho a partir da família. A família então é uma poderosa estratégia missionária.

c.) A família é celeiro de novos missionários.

Cremos também que a família é um celeiro de novos missionários. O culto
doméstico. O discipulado na família, a formação e o preparo que os pais dão aos filhos, tudo pode contribuir para a formação de novos missionários. Os filhos são flechas nas mãos do guerreiro (salmo127:4) e no tempo certo eles podem ser direcionados para a obra missionária. Para isto, desde cedo eles precisam ser imbuídos do amor pela obra missionária.

Por Manoel Delgado


Nenhum comentário:

Postar um comentário