REFLEXÃO - O PERIGO DOS ESPANTALHOS NA POLÍTICA



O espantalho é uma obra engenhosa do intento humano. Consiste em se construir na lavoura, uma silhueta humana de palha, caricata e tragicômica. Para isto, costuma-se seguir o presente rito: Veste-se uma armação de madeira com roupas coloridas e bufantes, enche-se o seu interior com a palha do milho, coloca-se um chapéu também de palha no seu rosto feito de saco estofado com areia, finca-se a estaca no milharal, e logo levanta-se uma silhueta e projeta-se uma grande sombra, um verdadeiro simulacro humano.  O espantalho é grosseiro e ridículo, seu intento não é o de enganar lavradores sabidos, mas apenas o de afugentar pássaros indesejados, que ao ver a sua imagem, logo fogem assustados desistindo de subtrair o fruto da lavoura.

O espantalho como entidade volitiva não existe, ele não possui vontade própria, a não ser que estejamos falando de personagens de obras literárias, de histórias em quadrinhos ou de filmes de terror. Embora não exista, ele não está ali por acaso, alguém o construiu, alguém o levantou, alguém o fixou no milharal bem defronte aos pássaros, alguém lucrou com o seu trabalho, ou deixou de perder por sua existência.

Em muitos lugares existem espantalhos. Eles são uma imagem projetada, que ilude, e esconde o verdadeiro. Eles são concebidos como o fruto maduro de uma sagaz engenharia. Por serem abundantes nestas terras, convém distingui-los: Existem espantalhos clericais, bufando de púlpitos iluminados, auferindo grandes lucros a líderes impiedosos escondidos nos bastidores da divina messe. Existem também os espantalhos midiáticos construídos cuidadosamente sob estacas bem colocadas de pesquisas qualitativas, medições de audiência e nichos de mercado. Suas grandes audiências, favorecem os seus grandes grupos, gerando grandes fortunas, para poucas pessoas.

Mas nesta época do ano, os mais abundantes e certos de serem encontrados, são os chamados espantalhos políticos. Eles são construídos, para captar a alma messiânica do povo brasileiro. São imagens que procuram encantar e atrair, ao invés de assustar e espantar. Talvez por esta razão sejam os mais perigosos. Estes espantalhos são sempre muito bem feitos, e as suas roupas coloridas e variadas costumam impressionar os desatentos. Existem espantalhos vestidos de macacão de fábrica, outros vem fardados usando armas de fogo, outros vem vestidos de médico, de toga, de terno, ou trazendo vassouras, bíblias, capacetes de construção, existem aqueles que aparecem até com microfones de televisão. É existem espantalhos para todos!

O grande risco de todos os espantalhos não está em sua imagem cuidadosamente construída, sempre de grande apelo aos observadores, mas sim nos sagazes idealizadores de espantalhos, sempre nas sombras dos grandes milharais. Que obra engenhosa do intento humano é o espantalho.

Comentários