19 fevereiro, 2013

Quando os heróis são os vilões.



Quando os heróis são os vilões.
A história da redenção na perspectiva de Agar.

Por Manoel Delgado Jr.

Heróis são heróis. Mas às vezes... Não é bem assim...
Davi é o homem segundo o coração de Deus, sem dúvida nenhuma, mas, por favor, não pergunte nada para família Úrias... Ali ele não foi herói. Ali ele foi um crápula, dissimulado, manipulador, homicida, traidor que da maneira mais profunda trai a confiança de um dos seus servos mais leais, apropriando-se daquilo que ele tinha de mais precioso sua esposa.

Jacó é um herói, preparado para ser Israel, mas não comente nada lá na casa de Esaú, pois ali... Ele não foi herói não, Não comente nada sobre direitos de primogenitura, pois a dor e a traição estão ali, não mencione pratos de lentilha, e nem bênçãos patriarcais... Poderia gerar muita dor e reacender velhos conflitos.

Abraão é um herói, chamado por Deus para estabelecer a linhagem da aliança, chamado por Deus para ser o Pai de muitas nações, e comissionado por Deus para ser uma benção a todas as famílias da terra, aquele que foi chamado para ser amigo de Deus, para ter uma experiência pessoal e filial com o mesmo. Mas se observarmos a história de Agar vamos novamente constatar que às vezes, os heróis são os vilões...

O livro de Gênesis nos relata a história de Agar:
Gên 16:1 Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dava filhos; tendo, porém, uma serva egípcia, por nome Agar,Gên 16:2 disse Sarai a Abrão: Eis que o SENHOR me tem impedido de dar à luz filhos; toma, pois, a minha serva, e assim me edificarei com filhos por meio dela. E Abrão anuiu ao conselho de Sarai.Gên 16:3 Então, Sarai, mulher de Abrão, tomou a Agar, egípcia, sua serva, e deu-a por mulher a Abrão, seu marido, depois de ter ele habitado por dez anos na terra de Canaã. Gên 16:4 Ele a possuiu, e ela concebeu. Vendo ela que havia concebido, foi sua senhora por ela desprezada. Gên 16:5 Disse Sarai a Abrão: Seja sobre ti a afronta que se me faz a mim. Eu te dei a minha serva para a possuíres; ela, porém, vendo que concebeu, desprezou-me. Julgue o SENHOR entre mim e ti. Gên 16:6 Respondeu Abrão a Sarai: A tua serva está nas tuas mãos, procede segundo melhor te parecer. Sarai humilhou-a, e ela fugiu de sua presença. Gên 16:7 Tendo-a achado o Anjo do SENHOR junto a uma fonte de água no deserto, junto à fonte no caminho de Sur, Gên 16:8 disse-lhe: Agar, serva de Sarai, donde vens e para onde vais? Ela respondeu: Fujo da presença de Sarai, minha senhora. Gên 16:9 Então, lhe disse o Anjo do SENHOR: Volta para a tua senhora e humilha-te sob suas mãos. Gên 16:10 Disse-lhe mais o Anjo do SENHOR: Multiplicarei sobremodo a tua descendência, de maneira que, por numerosa, não será contada. Gên 16:11 Disse-lhe ainda o Anjo do SENHOR: Concebeste e darás à luz um filho, a quem chamarás Ismael, porque o SENHOR te acudiu na tua aflição. Gên 16:12 Ele será, entre os homens, como um jumento selvagem; a sua mão será contra todos, e a mão de todos, contra ele; e habitará fronteiro a todos os seus irmãos. Gên 16:13 Então, ela invocou o nome do SENHOR, que lhe falava: Tu és Deus que vê; pois disse ela: Não olhei eu neste lugar para aquele que me vê? Gên 16:14 Por isso, aquele poço se chama Beer-Laai-Roi; está entre Cades e Berede. Gên 16:15 Agar deu à luz um filho a Abrão; e Abrão, a seu filho que lhe dera Agar, chamou-lhe Ismael. Gên 16:16 Era Abrão de oitenta e seis anos, quando Agar lhe deu à luz Ismael.

A história continua agora o menino cresce, e Isaque o filho da promessa, nasceu e já foi desmamado (16 -18 anos depois) Ismael e Agar, estão coexistindo com Sara e Isaque, o que vem então acontecer:
Gên 21:8 Isaque cresceu e foi desmamado. Nesse dia em que o menino foi desmamado, deu Abraão um grande banquete. Gên 21:9 Vendo Sara que o filho de Agar, a egípcia, o qual ela dera à luz a Abraão, caçoava de Isaque, Gên 21:10 disse a Abraão: Rejeita essa escrava e seu filho; porque o filho dessa escrava não será herdeiro com Isaque, meu filho. Gên 21:11 Pareceu isso mui penoso aos olhos de Abraão, por causa de seu filho. Gên 21:12 Disse, porém, Deus a Abraão: Não te pareça isso mal por causa do moço e por causa da tua serva; atende a Sara em tudo o que ela te disser; porque por Isaque será chamada a tua descendência. Gên 21:13 Mas também do filho da serva farei uma grande nação, por ser ele teu descendente. Gên 21:14 Levantou-se, pois, Abraão de madrugada, tomou pão e um odre de água, pô-los às costas de Agar, deu-lhe o menino e a despediu. Ela saiu, andando errante pelo deserto de Berseba. Gên 21:15 Tendo-se acabado a água do odre, colocou ela o menino debaixo de um dos arbustos Gên 21:16 e, afastando-se, foi sentar-se defronte, à distância de um tiro de arco; porque dizia: Assim, não verei morrer o menino; e, sentando-se em frente dele, levantou a voz e chorou. Gên 21:17 Deus, porém, ouviu a voz do menino; e o Anjo de Deus chamou do céu a Agar e lhe disse: Que tens, Agar? Não temas, porque Deus ouviu a voz do menino, daí onde está. Gên 21:18 Ergue-te, levanta o rapaz, segura-o pela mão, porque eu farei dele um grande povo. Gên 21:19 Abrindo-lhe Deus os olhos, viu ela um poço de água, e, indo a ele, encheu de água o odre, e deu de beber ao rapaz. Gên 21:20 Deus estava com o rapaz, que cresceu, habitou no deserto e se tornou flecheiro; Gên 21:21 habitou no deserto de Parã, e sua mãe o casou com uma mulher da terra do Egito.

Que lições podemos aprender com a história de Agar, e com aquilo que ela teve que passar... Os heróis da história geral são os vilões da sua história particular... Mas em meio a tudo isto o Senhor lhe apareceu, e mais a história da redenção avançou.

O que eu e você, caro leitor, podemos aprender com a história de Agar:

1- Não devemos fugir... 16:6-9
Por maiores que sejam as lutas, por maiores que sejam as dificuldades a Bíblia e em especial, a história de Agar, nos mostra não devemos fugir...

2 – Aceite a humilhação... 16:9
  • Não é fácil aceitarmos humilhação, não é fácil nos submetermos e nos humilharmos perante pessoas que muitas vezes não merecem...
  • Mas às vezes é exatamente isto que Deus requer de nós!
  • E não é menos verdade que nós também não merecemos.
  • Se Deus nos pede alguma coisa devemos fazê-lo ainda que não venhamos a compreender bem o que ele pretende com isto.
  • Pastor Uédson costumava nos dizer: “Se Deus mandar sentar não procure cadeira!” Ou seja, não tente racionalizar uma ordem de Deus, se ele mandar obedeça!
  • Saiba isto, nem sempre Deus vai te explicar o por que as coisas estão acontecendo com você; Nem sempre ele vai castigar as pessoas pelo mal que elas fizeram a você, nem sempre as coisas vão fazer sentido na sua cabeça, mas saiba de uma coisa, existem propósitos neste mundo maiores do que você, existem coisas que você não sabe sobre o futuro. Vilões de histórias de hoje podem ser os heróis das histórias de amanhã. Você não sabe o futuro, você não sabe a história que Deus esta escrevendo. Você não sabe nada sobre muitas coisas: AGAR: Humilha-te perante Sara!
3 - Saiba que Deus tem uma promessa para o seu futuro... 16:10-12
  • Deus tinha um nome para o menino!
  • Deus tem uma promessa para o seu futuro!
  • Deus tem um lugar (geografia) para você!
4 - Nas horas de angústia e injustiça Deus se revela como o Deus que vê... 16:13-14
Deus se revela neste episodio como “o Deus que vê.” Nada foge da sua percepção, o seu conhecimento é perfeito, o seu proposito é santo. Nas horas de injustiça lembre-se: Deus esta vendo! Deus se importa! Deus vai agir!
5 – Quando tudo parece estar acabado, e a sua angústia o levar a chorar. Saiba que existe um Deus que pode te ouvir o seu choro... 21:15-17
Deus ouviu o choro do jovem Ismael e ele esta atento ao sofrimento do seu povo. Ele vai acudir os seus filhos na hora da adversidade!
6 – Abra os olhos e veja o que o Senhor está fazendo...21:19-21
Ao pensar nesta historia é como se eu pudesse ouvir Deus dizer:
  • Abra os olhos Agar, existe um poço logo ali!
  • Abra os olhos Agar, eu estou com você e com o seu filho!
  • Abra os olhos Agar, você não é mais escrava, mas livre!
Conta-se que após um naufrágio, o único sobrevivente foi residir em uma ilha desabitada fora da rota, marítima sem quaisquer possibilidades de resgate.
Este náufrago, profundamente grato por haver sobrevivido, empenhou-se ao máximo para se estabelecer naquela ilha: Aprendeu a caçar, pescar, a colher água da chuva, chegou até mesmo a construir um abrigo com os destroços do navio e aos poucos acostumava-se com sua nova condição na Ilha.
Certo dia, quando estava retornado do outro lado da ilha, o mesmo percebeu que o seu abrigo estava em chamas, envolto a altas nuvens de fumaça.
Neste momento, profundamente irado o mesmo se volta para Deus com fúria e lhe diz: Por que fizeste isto comigo. Eu perdi tudo, o que possuía, e agora perdi também o meu abrigo, junto com todos os meus pertences. Em meio aos seus lamentos e desespero adormeceu.
No dia seguinte, foi acordado por um capitão de um navio mercador. Que ali chegara naquela manhã. Profundamente alegre com a notícia aquele Náufrago perguntou como foi que vocês me encontraram aqui nesta ilha deserta? E a resposta foi: Nós viemos por causa do grande sinal de fumaça que você nos enviou.
Nem sempre entendemos o que Deus está fazendo. Mas se os nossos olhos espirituais forem abertos compreenderemos que não estamos sozinhos, e que a história de nossa vida ainda está sendo escrita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário