19 junho, 2017

Seguir a Cristo.

Seguir a Cristo.
Seguir a Cristo apenas isto!

Suportando os gritos e tumultos dos fariseus que sempre querem abafar a espontaneidade do evangelho, em julgamentos sem misericórdia na imposição de fardos mais pesados do que o seu empenho de segui-los;

E de outro lado rejeitando à frieza e incredulidade dos saduceus, que insistem em negar a vida, anjos e milagres, e o poder da ressurreição;

Seguir a Cristo apenas isto!

Deixando revoluções e tramas contra hegemônicas, que reduzem o reino a uma luta de classes, e transformam os fiéis em zelotes de uma mera libertação política;

Resistindo as aspirações de poder humano, dos constantinismos e césaropapismos vários, não sucumbindo as seduções herodianas.

Seguir a Cristo apenas isto!

Dando a Cézar o que é de Cezar, reclamando para Deus o que é seu; Recordando Pilatos que nenhuma autoridade ele teria, se do céu, não lhe fosse dada.

Seguir a Cristo apenas isto!

Anunciando um reino que não é deste mundo, mas que aqui já está embora não tenham percebido. Neste momento em que pedra ainda não virou montanha.

Seguir a Cristo apenas isto!

Remindo o tempo, pois os dias são maus. Lançando sementes, fazendo lavouras, cultivando vinhas, multiplicando talentos pois, ao que tem muito mais lhe será dado, e ao que não tem, até o que julga ter, ser-lhe-á tirado.

Seguir a Cristo apenas isto!

Mesmo que negando e deixando tudo: fama, poder, dinheiro, amigos, relacionamentos e pecados. Desvencilhando-me, mantendo o foco e os olhos fixos, no meu alvo, prêmio, vocação e Senhor.

Seguir a Cristo apenas isto!  


“Então eles, deixando imediatamente as suas redes o seguiram.” Marcos 1:18

QUANDO OS IRMÃOS ESTÃO UNIDOS DE NOVO

Quando os irmãos estão unidos de novo[i].
O isolamento acaba,
Os desterrados, banidos e exilados são trazidos de volta,
Os traumas e ressentimentos são superados,
As agressões cessam,
O perdão acontece,
O estandarte da unidade tremula de novo,
Os inimigos verdadeiros são perseguidos, derrotados e despojados
Poder sobrenatural é revelado,
O caminho para a Glória é pavimentado,
Um avivamento começa,
O Senhor vem,
Maranata!



[i] Isaías 11:10-16

CONHECER A DEUS

2017 – ANO DE CONHECER A DEUS
JEREMIAS – 9:23-24
CONTEXTO DO PROFETA JEREMIAS É O PRÉ-EXILIO, A DESTRUIÇÃO JÁ ESTAVA A CAMINHO, AS RUÍNAS JÁ ESTAVAM ANUNCIADAS, AS CARPIDEIRAS JÁ HAVIAM SIDO CONVOCADAS, O PROFETA JÁ ESTAVA DE LUTO, O CATIVEIRO JÁ ESTAVA DETERMINADO.

POR QUE ELES HAVIAM CHEGADO A ESTE PONTO? NÃO EXISTE REI ENTRE O POVO? NÃO HAVIA BÁLSAMO EM GILEADE? NÃO HAVERIA REMÉDIO PARA A SUA FERIDA?
APESAR DE SUA FORÇA, SABEDORIA E RIQUEZA, TESTEMUNHAS DAS BENÇÃOS MATERIAIS E ESPIRITUAIS DO DEUS DA ALIANÇA, A NAÇÃO SUCUMBIA DEIXANDO DE LADO O MAIS IMPORTANTE: O CONHECIMENTO DO SENHOR.

A NAÇÃO DE JUDÁ É COMPARÁVEL A UM NÁVIO NOBRE E IMPONENTE ATRAVESSANDO O OCEANO, SUA FORÇA, ENVERGADURA IMPRESSIONAM, MAS ESTE NAVIO APESAR DE SUA FORÇA ESTÁ FADADO AO NAUFRÁGIO, POIS O SEU CASCO SOFREU UMA ROTURA INSUPERÁVEL. E A QUEDA QUE AGORA SE TORNARA CERTA TEM UM NOME: IDOLATRIA.

A CEGUEIRA DA NAÇÃO ESTAVA NO FATO DE QUE A MESMA SE VANGLORIAVA EM SUA FORÇA, SABEDORIA E RIQUEZA MAS, IGNORAVA A SUA FALHA MAIS FUNDAMENTAL. A FALTA DO CONHECIMENTO DE DEUS.

TODOS OS BENS E CONQUISTAS QUE NÓS OBTIVERMOS NESTA VIDA DE NADA ADIANTARÃO SE DEIXARMOS DE LADO, O CONHECIMENTO DE DEUS.
UM SÁBIO SEM O CONHECIMENTO DE DEUS É ESTÉRIL EM SEU CONHECIMENTO.
UM RICO SEM O CONHECIMENTO DE DEUS É FÚTIL E VAZIO EM SEU MODO DE VIVER.
UM HOMEM FORTE SEM O CONHECIMENTO DE DEUS É ESCRAVO DE SEUS PIORES EXTINTOS.
NENHUMA PERDA SERÁ DEFINITIVA NESTA VIDA SE RETIVERMOS O CONHECIMENTO DE DEUS.
CONHECER A DEUS É A GLÓRIA DO HOMEM, DESCONHECÊ-LO A TRAGÉDIA DOS POVOS.
QUEM REJEITA O CONHECIMENTO DO SENHOR SE ENTREGA A VÃ IDOLATRIA.
QUEM ENCONTRA O VERDADEIRO CONHECIMENTO DE DEUS, ENCONTRA A VIDA. NÃO PODE SER ROUBADO.

O QUE PODEMOS DIZER SOBRE ESTE CONHECIMENTO:

É PESSOAL (DEUS VIVO);
É RELACIONAL (AMIGOS, ORAÇÃO);
É POR MEIO DA PALAVRA (MEDITATIO);
É PELO PODER DO ESPÍRITO (ILUMINAÇÃO, UNÇÃO);


QUE 2017, SEJA O ANO DE CONHECER A DEUS MAIS INTENSAMENTE, DE ESTUDAR A SUA PALAVRA MAIS AMPLAMENTE, DE AMA-LO PESSOALMENTE E DE BUSCA-LO VERDADEIRAMENTE. 

COMO ANDAR A PASSOS LARGOS PARA O INFERNO

COMO ANDAR A LARGOS PASSOS PARA O INFERNO
1- Seja generoso e tolerante para consigo mesmo, afinal você merece relaxar um pouco;
2- Não participe dos trabalhos da sua Igreja, pois a mesma é cheia de hipócritas e você é uma joia rara.
3- Não tenha compromisso com a leitura bíblica aliás, não tenha compromisso nenhum;
4- Seja negligente na oração, mas tenha tempo para piadinhas sujas no WhatsApp;
5- Seja infiel nas suas contribuições, e compromissos ministeriais e se questionarem diga: “que Deus é quem sabe do seu coração”;
6- Beba, fume e seja um glutão, procure fazer tudo que lhe dá prazer;
7- Cerque-se de quem lhe elogia e aplaude, corte relacionamentos com pessoas que estão lhe advertindo sobre os seus erros.
8- Focalize na sua dor, e se esqueça da dor e sofrimento do seu próximo;
9- Seja desonesto nos seus negócios, utilitarista nos relacionamentos, e ao mesmo tempo ore para que o Senhor abençoe a obra das suas mãos!;
10- Não perdoe nunca! Leve para o túmulo e para o inferno tudo o que fizeram contra você.
11- Entregue-se a vaidade, frivolidade, inveja e ira. Dê lugar ao diabo!
12- Não tenha temor algum, brinque com as advertências divinas, durma na hora da vigilância e da oração.  
13- Não conheça bíblia e teologia, ignore as verdades da sua fé, não procure relacionamento pessoal com Deus;
14- Conheça bíblia e teologia, saiba todas as verdades de sua fé, não pratique nada do que você aprendeu.
15- Seja imaturo, carnal, egoísta, maledicente, aprenda sempre e nunca chegue ao pleno conhecimento da verdade.
16- Ame mais aos seus ídolos do que ao verdadeiro Deus.
17- Se prostitua na mente, alma e coração, e se possível, em atos.
18- Tenha mente aberta, faça o que todos fazem, ande pelo caminho largo;
19- Viva de hipocrisia, ignore o relógio que anuncia a ultimas badaladas antes do fim;
20- Rejeite todas as advertências e sinalizações em contrário;
21- Fuja de Jesus, corra da Cruz, rejeite o Evangelho.
22- Endureça o seu coração, não se arrependa, caminhe decidido na sua iniquidade.

Há caminho que parece reto ao homem, mas no final conduz à morte.”  PV. 16:2

PASTORAL - As consequências da idolatria

PASTORAL - As consequências da idolatria 
No livro do profeta Habacuque encontramos esta severa advertência contra a idolatria. O contexto em que este livro foi escrito foi o da proximidade do cativeiro babilônico. Sendo Habacuque contemporâneo do profeta Jeremias.
Apesar do profeta ter escrito no mesmo contexto histórico do profeta Jeremias o gênero literário em Habacuque possui características distintas. Trata-se de um diálogo entre Deus e o profeta. Onde o mesmo faz indagações sobre os atos de Deus na história e procura compreender a sua sabedoria e desígnios soberanos. Poderíamos dizer que esta forma de redação “representava a voz dos piedosos de Judá que se esforçavam para compreender os caminhos de Deus.”[Bíblia de estudo NVI, introdução Habacuque, pág.1555]

O livro apresenta a seguinte estrutura literária: No capítulo 1:2-4 O profeta indaga sobre a situação de Judá, por que as orações dos justos aparentemente não são ouvidas? Por que os maus continuam a prosperar? A resposta vem nos versos subsequentes 1:5-11  

O Senhor vai levantar a Babilônia como instrumento de sua ira contra o pecado do seu povo, e como forma de disciplina. Novo questionamento do profeta é feito nos versos seguintes, 1:12-2:1 – Por que o Senhor que é puro e santo estaria se valendo de uma nação ainda mais pecadora e cruel que o próprio povo que ele pretendia castigar? O capítulo 2:2-30 visa responder esta questão. O Senhor se vale de Babilônia, uma nação idólatra, mas a mesma será depois castigada. O capítulo 3 apresenta uma oração do profeta em que ele exalta a majestade de Deus e expressa a sua máxima sobre a vida do justo. Ele viverá pela fé. 

No capítulo dois Deus condena a idolatria da Babilônia, e sobre esta reprovação podemos retirar algumas lições: 1-A essência da idolatria consiste em adorarmos a obra de nossas mãos. (v.18-19) Quando trabalhamos e produzimos alguma obra e a nossa confiança e devoção não se voltam para Deus, nos tornamos ingratos, nos tornamos idólatras. 2- A idolatria é uma espécie de embriaguez da alma que nos conduz a ruína e vergonha públicas. (v.15-17) Babilônia embriagava os povos e ela mesma se inebriava em sua maldade. 3- A busca do idólatra nunca é correspondida, quanto mais o idólatra possui mais vazio ele se torna. (v.4-5) Somente Deus, pode corresponder ao anseio mais profundo da alma humana. A idolatria é incapaz de satisfazer a sede da alma. 4- A verdade nunca pode ser silenciada, se a abafarem ela virá à tona por outros meios. (v.9-11) Até as pedras clamam quando a verdade é suprimida, mas Deus a fará vir a luz! 5-Se o idólatra não se arrepender, o Senhor o julgará, e ele receberá a recompensa devida por seus atos malignos. (v.17)

Conclusão: A base da idolatria é a ingratidão, as consequências são: ruína, vergonha, vazio na alma e embriaguez. A idolatria atrai a ira de Deus. Fuja da idolatria! Volte-se para Deus. Procure fazer o bem reconhecendo-O e glorificando-O por todas as obras que Ele te permitiu realizar.