12 maio, 2009

Icabode - Por que a Glória de Deus se foi.


Icabode – Quando a Glória de Deus vai embora.
1Samuel 4:1-20

Denominamos esta mensagem de Icabode. Icabode é o nome que a nora de Eli deu para seu Filho que nascera nas circunstâncias trágicas descritas no texto em questão. Este nome é oriundo da junção de duas palavras: “KABOD” uma  que significa Glória; “YH” e um advérbio que na língua hebraica significa: “não”, “sem”, “ausente.” O garoto que nasceu, se chamava literalmente “Sem-Glória” “Inglório”.

Este nome terrível, aponta para a realidade de que Israel havia tido Grandes Perdas: Havia Perdido Eli Juiz de Israel por 40 anos, Haviam perdido os sucessores de Eli, seus filhos Hofni e Finéias, haviam perdido novamente a batalha para os filisteus e agora por sua inconseqüência, Israel havia perdido aquilo que eles mais consideravam a Arca da Aliança, símbolo de Deus e da sua Glória, entre o povo de Israel.

Considerando a gravidade desta situação, nos perguntamos o que foi que levou Israel a este ponto? O que foi que fez este povo chega-se a uma derrota tão humilhante e a uma condição tão terrível? O que Israel havia feito para que a glória de Deus fosse embora?

Para responder a estas perguntas o texto nos apresenta três importantes lições:

1 – Por que Israel lutou uma guerra que não era sua. v.2-3 O verso 2 fala que eles perderam a batalha. Uma vez que eles haviam sido derrotados e que quatro mil homens estavam mortos eles tinham que se perguntar o que aconteceu de errado e esperar uma resposta do Senhor mediada pelo profeta.

Mas o verso 3 Nos conta que eles não aguardaram, antes buscaram seguir os seus próprios caminhos. Quando algo dá errado com o povo de Deus a melhor coisa a fazer é buscar a orientação. É preciso esperar a orientação de Deus.

Assim eles foram para uma batalha que não era mais sua, pois agora não havia mais uma determinação do Senhor. O que aconteceu é que eles foram para guerra, mas foram sozinhos.

Ir para uma guerra sem a ajuda do Senhor é sinônimo de tragédia é sinônimo de fracasso. Este foi um dos fatores da derrota de Israel. E hoje como podemos cometer este tipo de erro?

A-Primeiro quando fazemos alguma coisa que não tem a aprovação do Senhor - Entrar num empreendimento sem a orientação do Senhor é ser derrotado antes mesmo de iniciar a obra. Não devemos extrapolar a nossa competência, e nem agir sem consultar a Deus. A conseqüência da nossa autonomia, na tomada de decisão, é a solidão na hora da execução destas decisões. Quem rejeita o governo de Deus, abdica também do seu poder e favor.

B-Em segundo lugar quando transformamos o secundário em principal e o principal em secundário - A Igreja não existe prioritariamente para acabar com o analfabetismo... ou para acabar com a fome no mundo... ou para salvar as baleias... A Igreja existe prioritariamente para pregar a Palavra de Deus, salvando vidas e redimindo histórias. Esta é a única forma de garantir uma mudança real no mundo e de auxiliar o ser humano a cumprir o propósito para qual foi feito, que é glorificar a Deus e gozá-lo para sempre.

Não estamos negando a validade intrínseca destas ações, ou propondo uma omissão nestas áreas; contudo, quando as mesmas levam a igreja a desviar-se de sua singular missão, elas são equívocos e contribuem para um declínio espiritual

2 – Por que Israel tentou determinar o modo e a hora do SENHOR agir. V. 3-5 - O verso três nos informa que eles decidiram trazer a arca da aliança para aí garantir que o Senhor fosse para batalha com eles e os salve das mãos dos seus inimigos. O que me incomoda na atitude dos israelitas é que eles ao invés de esperarem a resposta de Deus por meio de Samuel, eles impacientemente decidiram forçar a ação de Deus determinando o modo e a hora de Deus agir. Israel acreditou que Deus se submeteria as sua determinações, mas quebrou a cara. Israel se esqueceu, por um momento, sobre quem era o soberano e quem era o servo.

Deus não é um joguete nas mãos de ninguém, nada a não ser a vontade soberana de Deus o move a agir... Se Deus abrir ninguém pode fechar... Se ele fechar ninguém pode abrir... Deus não obedece às determinações de ninguém em contrapartida eu não conheço nada nem ninguém que não se dobre ante as suas determinações.

O livro de Jó nos diz que até mesmo os trovões obedecem a sua voz; o mar aquieta sua fúria diante sua repreensão! Os montes fogem apavorados quando ele chega. Não há poder no mundo que possa nos separar do seu amor, em Cristo, por que Ele em sua vontade soberana e livre decidiu nos amar. Este é o Deus que nós servimos! Nossos olhos devem estar diante Dele na expectativa de que ele aja! E nós cremos que se Ele agir ninguém o impedirá!

Mas Israel se esqueceu... E esta foi outra causa para sua derrota.

3 – Por que a Liderança de Israel não soube preparar sucessores dignos que andassem nos caminhos do SENHOR. V.11// V.17-18 Acontece aqui o cumprimento de uma profecia. Deus havia dito que não pouparia a descendência de Eli por que ele cometeu um pecado muito grave, colocou os seus filhos em primeiro lugar e Deus em segundo lugar. Os filhos de Eli eram  infiéis nas ofertas, corruptos, e promíscuos, cometendo abusos de poder. 2:12-17//2:27-33

Eli se colocou contra Deus e em favor dos seus filhos, deixando de discipliná-los. Mas o Senhor já havia determinado ele estava, retirando a sua Glória de Israel.




4 comentários:

  1. realmente a decadência entrou em israel,quando os filhos de eli decidiram em seu coração abadonarem os caminhos de Deus e seguirem um camiho oposto a sua vontade.

    ResponderExcluir
  2. querido que deus venha odos os dias te abençoar

    ResponderExcluir
  3. Nossa que mensagem! Deus continue te usando como um canal amendoados.

    ResponderExcluir
  4. Mensagem inspiradora. Entendi perfeitamente. Deus continue te usando.

    ResponderExcluir