07 outubro, 2010

A HISTÓRIA COMO DIVINA PROVIDENCIA.

Daniel predisse com grande precisão
 a sucessão dos reinos deste mundo.

OS CAPÍTULOS 11 E 12 DE DANIEL SÃO UMA DAS MAIS ELOQUENTES DEMONSTRAÇÕES DAQUILO QUE PODERÍAMOS CHAMAR DE A SOBERANIA DE DEUS NA HISTÓRIA.

NESTES CAPÍTULOS NOS QUAIS O NOME DE DEUS NÃO É MENCIONADO. VEMOS A SUCESSÃO DOS REINOS DESTE MUNDO.

ALGUNS REINOS PREVISTOS AQUI NESTE LIVRO JÁ SÃO CONHECIDOS AO PASSO QUE OUTROS AINDA ESTÃO ESCONDIDOS NA NÉVOA DOS ACONTECIMENTOS FUTUROS ESPERANDO O SEU CUMPRIMENTO.

O ÚLTIMO DOS REINOS DESCRITO NO CAPÍTULO 12 É O REINO DO ANTICRISTO QUE VIRÁ NO FIM DA HISTÓRIA PARA A DESTRUIÇÃO DO POVO SANTO O GOVERNO DO ANTICRISTO SERÁ DESTRUIDO PELA MANIFESTAÇÃO DO FILHO DE DEUS NO FINAL DOS TEMPOS QUE SE MANIFESTARÁ COM PODER.

ESTES CAPÍTULOS NOS ENSINAM IMPORTANTES LIÇÕES SOBRE A HISTÓRIA:

1- A HISTÓRIA NÃO É GOVERNADA POR FORÇAS CEGAS E IMPESSOAIS, MAS SIM POR UM DEUS COM UM PROPÓSITO REDENTOR.

A HISTÓRIA NÃO É GOVERNADA PELO ACASO OU PELAS CONTIGENCIAS, NEM MESMO PELA ALEATORIEDADE, MAS SIM PELA DIVINA PROVIDENCIA.

2- A REVELAÇÃO DOS ACONTECIMENTOS FUTUROS DADA A DANIEL REVELA O COMPLETO DOMÍNIO DE DEUS NA HISTÓRIA.

DANIEL PODE REGISTRAR COM SÉCULOS DE ANTECENDENCIA A VINDA DOS PRINCIPAIS REINOS DESTE MUNDO E SUAS PROFECIAS INCLUEM ASPECTOS DO FINAL DA HISTÓRIA E DO COMEÇO DA ETERNIDADE.

3- O GOVERNO DE DEUS NA HISTÓRIA INCLUI O CONCURSO DE AGENTES MORAIS NA EXECUÇÃO DOS SEUS PROPÓSITOS NO TEMPO.

OS REIS QUE SE LEVANTAM E ATÉ MESMO O ANTICRISTO SÃO AGENTES RESPONSÁVEIS POR SUAS AÇÕES E AO MESMO TEMPO INSTRUMENTOS DE DEUS NA EXECUÇÃO DOS SEUS PROPÓSITOS.

ALGUMAS APLICAÇÕES:

NÃO DEVEMOS NOS DESESPERAR, POIS DEUS CONTROLA A HISTÓRIA;

CONTA-SE QUE DURANTE O BOMBARDEIO DE LONDRES, O GRANDE PREGADOR GALÊS, MARTIN LLOYD JONES, ESTAVA FAZENDO UMA DE SUAS LONGAS E FAMOSAS ORAÇÕES NO CULTO DA ABADIA DE WESTMINSTER QUANDO DE REPENTE A PRÓPRIA ABADIA FOI ATINGIDA POR UMA DAS BOMBAS. 

TODOS DESESPERADOS CORRERAM DE UM LADO PARA O OUTRO GRITANDO. LLOYD JONES APENAS SE ASSENTOU NO BANCO MAIS PRÓXIMO. A ESTRUTURA DA ABADIA FICOU COMPROMETIDA MAS A MESMA NÃO CAIU, A POEIRA E AGITAÇÃO DO POVO DAVAM O TOM DO LOCAL.  

AINDA NESTA SITUAÇÃO LLOYD JONES SE LEVANTA RETORNA A SUA POSIÇÃO E CONTINUA A ORAÇÃO DO MESMO PONTO DA ONDE ELE HAVIA INTERROMPIDO. O QUE CAUSOU PROFUNDA IMPRESSÃO NOS SEUS OUVINTES. ELE POSSUÍA PROFUNDA CONVICÇÃO DA SOBERANIA DE DEUS. 

AS CIRCUNSTANCIAS PODEM SER MOTIVO DE PREOCUPAÇÃO, MAS JAMAIS DE DESESPERO.

O DESESPERO NÃO PODE DOMINAR QUEM CONHECEU A DEUS. POIS ESTE CONHECIMENTO NOS LEVA A FIRME CONVICÇÃO DE QUE AQUELE QUE SE DEU A CONHECER NÃO É OUTRO SENÃO O SENHOR DE NOSSAS VIDAS, O SOBERANO DOS REIS DA TERRA, O TODO PODEROSO DEUS.

DEUS ESTÁ ATUANDO ATÉ MESMO ONDE O SEU NOME NÃO É INVOCADO OU MANIFESTO;

SE VOCÊ NÃO TEM VISTO CLARAMENTE A AÇÃO DE DEUS CREIA QUE ELE CONTINUA ATUANDO MESMO QUANDO SEU NOME NÃO É MENCIONADO. DEUS CONDUZ O SEU POVO AO LONGO DA HISTÓRIA PARA QUE ESTE POSSA CUMPRIR OS SEUS PROPÓSITOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário